(21) 2215-2000

F.A.Q.:

Vigilância Inteligente:

O que é Câmera Digital?
Câmeras Digitais são dispositivos que capturam imagem e fornecem na saída uma resolução em pixels. Atenção ao detalhe: alguns vendedores, ou até mesmo alguns fabricantes informam que a Câmera ofertada é digital por possuir Captador (CCD) Digital. Esta informação está errada e no mínimo incompleta. Câmeras Analógicas podem ter sensor CCD Digital ou não. Saída Analógica, qualidade mensurada em quantidade de linhas. Câmeras Digitais, da mesma forma, podem ter sensor CCD Digital ou não. Saída em Dados, qualidade mensurada em pixels.

Qual a principal diferença entre uma Câmera Digital e uma Câmera de CFTV?
Câmeras de CFTV são dispositivos de captura de imagem com resolução em linhas (sistema analógico). Apesar de poderem ter captura de imagem através de sensor CCD (sensor digital), sua resolução na saída continua sendo analógica.

Qual a diferença entre Sistema CFTV e Sistema Digital?
Sistema de Circuito Fechado de TV (CFTV), como o nome já diz, trata-se de um Circuito Fechado, ou seja, confinado a um local obedecendo às normas de limitações de distância dos cabos coaxiais utilizados neste padrão (geralmente até 100 metros). Para cada Câmera existe necessariamente 1 cabo coaxial.
O Sistema Digital é um circuito de Dados que pode ser local ou até mesmo Global, utilizando os recursos de Redes de Dados Digitais padrão Ethernet. Podemos utilizar cabos, fibras, rádios, power-lines e outros meios de comunicação para atingirmos os objetivos do Sistema Digital

Porque o Sistema Digital de Vigilância é melhor que o CFTV?
Primeiramente porque a qualidade de imagem é digital. Ainda, temos arquivamento direto em HD, CD, DVD, Storage, NAS, outros meios, diretamente. Hoje, os Sistemas de CFTV gravam suas imagens em meios digitais, portanto necessário que haja uma conversão de Analógico para Digital, ocorrendo perda inquestionável de qualidade.

Câmera IP é Digital?
Sim, é um dispositivo que captura imagem e entrega dados na saída, com qualidade de resolução medida em pixels.

Quais outras funções existem em uma Câmera Digital, além de fornecer uma melhor imagem?
Dependendo do Fabricante e do modelo de Câmera, este dispositivo poderá ter várias funções automáticas e/ou manuais, como:

  • Movimentos P/T/Z (Pan/Tilt/Zoom)
  • Acionamento de Dispositivos Remotos (Ligar/Desligar equipamentos, luzes, sirenes, inúmeros outros)
  • Sensoriamento de Dispositivos Remotos (Receber um Alarme de Presença, Abertura de Porta, Fumaça, inúmeros outros)

Como Projetar a Operação e gravação de uma grande quantidade de Câmeras, como em projetos de cidades, aeroportos, grandes indústrias?
Precisamos aqui seguir uma principal linha de raciocínio, para o objetivo:

  • Escolher uma Empresa que seja especializada em Rede de Dados, Telecom, Comunicação via Rádio, Informática e Integradora.
  • Implantar uma excelente rede de dados, certificada para a aplicação a que se destina. Desta forma estaremos garantindo que as imagens/acionamentos/sensoriamentos estarão íntegros e 100% operativos.
  • Criar locais específicos e estratégicos para o Arquivamento dos Dados Gerados (cada imagem=certo volume de dados).
  • Estabelecer locais distintos para política de Backup do Arquivamento.
  • Desenvolver uma política de Perfil de Usuário, onde cada usuário terá o direito de ver todas ou certas imagens, ainda com ou sem a possibilidade de: movimentar/acionar dispositivo/sensoriar o(s) dispositivo(s).
  • Criar Pontos de Acesso para cobertura sem-fio (wireless) de dispositivos ou terminais de visualização (notebooks, palms, PDAs, outros móveis).
  • Utilizar Software de Vigilância de Excelência Comprovada.
  • Utilizar Equipamentos de Rede Robustos e Gerenciáveis (Routers, Switches, APs, No-Breaks).
  • Utilizar Câmeras Digitais de Qualidade e que Possuam os Recursos de Movimento / Acionamento / Sensoriamento Necessários ao Projeto.
  • Utilizar Recursos de Climatização (aquecimento e refrigeração) para os Equipamentos Expostos ao Tempo.
  • Instalar Sensores/Alarmes e Equipamentos de Visão Noturna onde for necessário.
  • Utilizar Equipamentos Robustos e Redundantes em Dados e Energia para o Arquivamento dos Dados.
  • Utilizar Sistema de Gerenciamento de Falhas Redundante para Toda a Infraestrutura Implantada.

Pode-se aproveitar um CFTV já instalado para Integração com o Sistema Digital de Vigilância?
Sim, existe no mercado diversos dispositivos de conversão analógico/digital para esta finalidade.

As Câmeras podem ter No-Break próprio?
Sim, de preferência No-Breaks Inteligentes, com capacidade de enviar a Falha de Energia para a Câmera e esta reportar a ocorrência ao(s) Centro(s) de Controle(s). Aproveitando esta pergunta, enfatizamos a necessidade de Toda a Rede Implantada possuir Backup de Energia.